Opções variadas de detecção

IC Detection

Dependendo da aplicação, você deve utilizar determinado método de detecção no seu sistema cromatográfico.

Isto te ajuda a solucionar até mesmo os problemas analíticos mais desafiadores. Pode ser que tenha até que acoplar vários detectores em série, caso a aplicação necessite. Nesse sentido, os cromatógrafos de íons da Metrohm podem ser acoplados com detectores MS e ICP/MS de qualquer marca.

Cada método de detecção tem seus benefícios particulares no que diz respeito à seletividade e sensibilidade, seja por condutividade, UV/VIS ou amperometria.

Detecção por condutividade – o método de detecção padrão em cromatografia de íons

A detecção por condutividade é o método de detecção padrão na cromatografia de íons.

Ela é empregada para detectar uma vasta gama de analitos, passando por ânions, cátions, até aminas. O detector de condutividade Metrohm “enxerga” todos os componentes iônicos, fazendo dele o detector mais utilizado pela técnica.

Detecção por UV/VIS – quantificação de substâncias opticamente ativas

A detecção por UV/VIS permite a quantificação simples de substâncias que absorvem luz na região do ultravioleta ou do visível.

Os analitos tipicamente determinados por UV/VIS variam de compostos nitrogenados e sulfonados até halogenados, substâncias orgânicas, entre outras.

Combinada com reações pós-coluna, a detecção por UV/VIS torna possível a detecção de íons como cromato, bromato e metais de transição em concentrações bem baixas.

Detecção ampertométrica – analizando compostos eletroativos

A detecção ampertométrica é uma alternativa à detecção por condutividade e UV/VIS.

É principalmente empregada para determinar eletroativos, como por exemplo, compostos oxidáveis ou redutíveis.

Aplicações típicas para a detecção ampertométricas: açúcares, açúcares alcoólicos de todos os tipos, assim como muitos ânions (cianeto, sulfeto, iodeto, brometo), cátions (aminas, ácidos amino aromáticos), e substâncias orgânicas como fenóis, catecolaminas, vitaminas, etc.