Ingredientes farmacêuticos ativos (APIs)

Em conformidade com as farmacopeias internacionais

Para inúmeras monografias de API a Metrohm oferece equipamentos analíticos em conformidade com as farmacopeias e uma variedade de aplicações, incluindo titulação, cromatografia de íons, voltametria e espectroscopia.

Apenas a titulação cobre mais de 1000 monografias de API da farmacopeia americana (USP).

> Saiba mais

Titulação – um método simples com muitas possibilidades de aplicação

Devido à sua simplicidade e precisão, métodos por titulação são utilizados para uma grande proporção do conteúdo de determinações descrito nas monografias.

A Metrohm têm desenvolvido centenas de métodos de titulação com eletrodos Metrohm, baseada nas farmacopeias americana (USP 541) e europeia.

Estes métodos incluem titulações ácido-base em soluções aquosas e não- aquosaS bem como redox, surfactante, e titulações fotométricas.

> Diferentes tipos de titulação para APIs

Sulfato de condroitina, nitrato de bismuto e sulfato de zinco por titulação fotométrica

Titulações usando indicadores de cor são amplamente utilizados em farmacopeias. Quando feitas manualmente, o resultado depende, literalmente, dos olhos de quem realiza a análise. A titulação fotométrica utilizando o Optrode torna possível substituir esta determinação subjetiva do ponto de equivalência por um processo objetivo que é completamente independente dos olhos humanos.

A grande vantagem é que a química não muda – isto é, o procedimento operacional padrão geralmente não necessita ser adaptado.

Existem numerosas aplicações na farmacopeia que recomendam titulação fotométrica para a análise de APIs.

Existem numerosas aplicações na farmacopeia que recomendam titulação fotométrica para análises de APIs. Exemplos em conformidade com as farmacopeias abrangem análises de sulfato de condroitina para tratamento de osteoartrose, de nitrato de bismuto para tratamento de distúrbios gástricos e de sulfato de zinco como um imunomodulador, para citar apenas alguns.

Produtos relacionados

Photometric titrations with the Optrode

O Optrode oferece oito comprimentos de onda, variando de 470 a 660 nm, e, portanto, abrangendo um amplo espectro de indicadores de cor.

> Saiba mais

Downloads

Análises de multicomponentes de antibióticos

Cromatografia de íons: um método – muitos APIs

Ingredientes farmacêuticos ativos em comprimidos podem ser precisamente determinados por cromatografia de íons de acordo com as farmacopeias americana e europeia. Os exemplos mais proeminentes são os antibióticos gentamicina, neomicina e cefadroxil, para citar apenas alguns.

> Lista de APIs que podem ser analisados por IC

Separação de antibióticos estruturalmente similares

Um API muito conhecido é a gentamicina. Ele pertence a Lista de Medicamentos Essenciais da Organização Mundial de Saúde. A gentamicina é um antibiótico bactericida. Com seu grupo aminoglicosídeo ele bloqueia a biossíntese de proteína ligando-se aos ribossomos, causando assim erros na tradução de mRNA para DNA.

Determinação por cromatografia de íons (IC) do antibiótico gentamicina com detecção de pulso amperométrico

A gentamicina é formada por muitos compostos estreitamente relacionados, nomeados como gentamicina C1, gentamicina C1a e gentamicinas C2, C2a e C2b.
Apesar da similaridade estrutural, a cromatografia de íons (IC) consegue uma boa separação dos diferentes componentes da gentamicina.

Downloads

Análises de API com espectroscopia por infravermelho próximo

NIRS – Rápido, não-destrutivo e não-invasivo

NIRS oferece inúmeras vantagens sobre muitos métodos analíticos por via úmida. Uma variada gama de parâmetros podem ser determinados simultaneamente com apenas uma rápida, não-invasiva e não-destrutiva análise. Modelos quimiométricos de calibração multivariada permitem derivar a concentração de API de um dado espectral.

Modelo de calibração para determinação quantitativa do teor de API em comprimidos, como exemplo o maleato de clorfeniramina (CPM).

A análise NIR estabelece uma conexão entre o valor alvo de uma determinação – neste caso, o teor de CPM – e os dados medidos no espectro.

Teste de resistência rápido e simples com NIRS

Formulações de liberação contínua, que liberam APIs gradativamente, possuem muitos benefícios terapêuticos, porém envolvem um controle de qualidade bastante demorado. NIRS oferece uma alternativa rápida e simples para os tediosos ensaios de dissolução: usando NIRS e modelos de calibração apropriados, a liberação de APIs de comprimidos de liberação contínua podem ser previstos de forma precisa em questão de minutos.

Downloads

Azatioprina, cefamandol, diclofenamida e procarbazina por voltametria

884 Professional VA, semiautomated, for single determinations

Ingredientes farmacêuticos eletroquimicamente ativos, tais como azatioprina, cefamandol, diclofenamida e procarbazina, podem ser determinados diretamente com polarografia, de acordo com a USP<801>.

> Saiba mais sobre voltametria