Técnicas de Pipetagem - Modo Reverso

As técnicas de pipetagem mais frequentemente utilizadas são a pipetagem direta e a pipetagem reversa. Ao contrário da pipetagem direta, em que a segunda parada é utilizada na etapa de distribuição do líquido, na pipetagem reversa a segunda parada é utilizada na etapa de aspiração.

No momento da aspiração, uma quantidade adicional de líquido (igual ao volume da segunda parada) é aspirada juntamente com o volume selecionado na pipeta. (volume da primeira parada).

O volume adicional compensa as perdas de volume que poderão ocorrer por gotejamento, evaporação e aderência à parede da ponteira, devido a viscosidade. Contudo, deve ser descartado no final da pipetagem, pois não faz parte do volume requerido.

Importante:

  • O volume total (volume selecionado + volume da segunda parada) não pode exceder a capacidade máxima da ponteira, considere sempre 80% da capacidade. Por exemplo, uma ponteira de 1000 microlitros, na pipetagem reversa pode pipetar no máximo 800 microlitros.
  • Apenas pipetas de descolamento de ar podem ser utilizadas.
Veja abaixo como realizar o procedimento de maneira correta:

pipetagem reversa
  1. Pressione o botão do êmbolo até o final (até a segunda parada)
  2. Mergulhe a ponteira verticalmente no líquido e suavemente solte o botão do êmbolo
  3. Pressione o botão do êmbolo até a primeira parada, deixe o líquido ser dispensado no recipiente
  4. Descarte o líquido residual pressionando o êmbolo até a segunda parada