Identificação de entorpecentes (cocaína, crack e maconha) através da espectroscopia de infravermelho próximo (NIR)

Hoveddokument

Esta Nota de Aplicação mostra que a espectroscopia NIR é uma excelente ferramenta para identificação de entorpecentes como cocaína, crack e maconha, realizando análises de forma rápida e sem preparo de amostra. O algoritmo derivada de ordem 2 foi utilizado para tratamento dos dados para compensar variações de caminho ótico e interferências na granulometria das amostras.